Eleven Sports pode fechar no Reino Unido quatro meses depois de arrancar

A Eleven Sports está atravessar um momento difícil no Reino Unido e na Irlanda com poucos clientes e sem acordos com as plataformas pagas.

Fleed

auto auto

 

A Eleven Sports, que para Portugal detém os direitos de transmissão da Liga dos Campeões, poderá encerrar a sua operação no Reino Unido, quatro meses depois de arrancar, de acordo com o jornal inglês Guardian.

A razão, diz o jornal, são ou poucos clientes que a empresa conseguiu atrair. De acordo com o The Telegraph, no Reino Unido e na Irlanda serão apenas cerca de 50 mil. Recorde-se que para este território, a empresa detém os direitos da Série A italiana, da La Liga espanhola e ainda a UFC – Ultimate Fighting Championship.

De acordo com a publicação inglesa, a situação terá sido precipitada pela UFC, que acionando a cláusula que lhe permitia sair do acordo exclusivo que deveria ter inicio em janeiro de 2019, abandonou a Eleven Sports, alegadamente por esta não ter conseguido assegurar a distribuição prometida dos conteúdos da UFC nas plataformas de TV pagas como a Sky, Virgin Media e BT.

A UFC estará inclusivamente a negociar com a BT, com quem antes mantinha uma parceria, para voltar a ter os seus conteúdos nesta plataforma.

A Eleven Sports, de acordo com o Guardian, estará a tentar renegociar os direitos desportivos com valores em baixa para tentar salvar a sua operação no Reino Unido e na Irlanda. Em relação aos direitos da Série A, prepara-se para os devolver à IMG, empresa que atua como agente, de modo a que os mesmos possam ser revendidos.

Recorde-se que em Portugal, a empresa não conseguiu que os seus conteúdos da Liga dos Campeões estivessem disponíveis nas plataformas da NOS, Meo e Vodafone, alegadamente devido aos preços que pretendia cobrar a Nowo, empresa a quem a Eleven Sports vendeu os direitos e apesar da vontade manifestada pelos maiores operadores em contar com este conteúdo premium.

Depois da anterior empresa do italiano Andrea Radrizzani, também dono do Leeds United, vendida a capitais chineses ter entrado em dificuldades, tudo indica que a Eleven Sports poderá não resistir com este modelo de negócio, pelo menos no Reino Unido e na Irlanda. conteudos@fleed.pt

 

A Eleven Sports, que para Portugal detém os direitos de transmissão da Liga dos Campeões, poderá encerrar a sua operação no Reino Unido, quatro meses depois de arrancar, de acordo com o jornal inglês Guardian.

A razão, diz o jornal, são ou poucos clientes que a empresa conseguiu atrair. De acordo com o The Telegraph, no Reino Unido e na Irlanda serão apenas cerca de 50 mil. Recorde-se que para este território, a empresa detém os direitos da Série A italiana, da La Liga espanhola e ainda a UFC – Ultimate Fighting Championship.

De acordo com a publicação inglesa, a situação terá sido precipitada pela UFC, que acionando a cláusula que lhe permitia sair do acordo exclusivo que deveria ter inicio em janeiro de 2019, abandonou a Eleven Sports, alegadamente por esta não ter conseguido assegurar a distribuição prometida dos conteúdos da UFC nas plataformas de TV pagas como a Sky, Virgin Media e BT.

A UFC estará inclusivamente a negociar com a BT, com quem antes mantinha uma parceria, para voltar a ter os seus conteúdos nesta plataforma.

A Eleven Sports, de acordo com o Guardian, estará a tentar renegociar os direitos desportivos com valores em baixa para tentar salvar a sua operação no Reino Unido e na Irlanda. Em relação aos direitos da Série A, prepara-se para os devolver à IMG, empresa que atua como agente, de modo a que os mesmos possam ser revendidos.

Recorde-se que em Portugal, a empresa não conseguiu que os seus conteúdos da Liga dos Campeões estivessem disponíveis nas plataformas da NOS, Meo e Vodafone, alegadamente devido aos preços que pretendia cobrar a Nowo, empresa a quem a Eleven Sports vendeu os direitos e apesar da vontade manifestada pelos maiores operadores em contar com este conteúdo premium.

Depois da anterior empresa do italiano Andrea Radrizzani, também dono do Leeds United, vendida a capitais chineses ter entrado em dificuldades, tudo indica que a Eleven Sports poderá não resistir com este modelo de negócio, pelo menos no Reino Unido e na Irlanda. conteudos@fleed.pt

Mais sobre o tema